quarta-feira, 21 de setembro de 2016

DESTINO ESPETACULAR - PATAGÔNIA FANTÁSTICA - 1ª PARTE - USHUAIA

PATAGÔNIA FANTÁSTICA

Ushuaia completamente nevada

Prepare-se para vivenciar grandes momentos indescritíveis. A partir de agora você irá conhecer o Corredor Patagônico - À PATAGÔNIA FANTÁSTICA. Tenha paciência para curtir cada foto, cada detalhe e viaje literalmente comigo e anote em tua agenda para fazer esse fenomenal roteiro tendo um contato íntimo com uma natureza exuberante onde o calor humano prevalece em todos os sentidos. São tantas coisas a falar, são tantos amigos em cada pedaço de chão que me faltam palavras. A primeira delas seria GRATIDÃO a todos que me acolheram, aliás, nos acolheram, eu e o jornalista, fotógrafo e médico Salani Antonio. Em seguida chegaram o Rafael Fritzshe e a Cris Lima para compor esse quarteto de viajantes pelos lugares mais astrais do mundo. Começo por Ushuaia, meu velho e sempre destino de ferias, depois os outros que falarei e postarei mais fotos. É muita coisa e muitas fotos. Boa viagem !

Amanhecendo o dia em Ushuaia

Em primeiro lugar, ha algum meses, três Secretários de Turismo de destinos se uniram, destinos que compõem o corredor turístico patagônico: Juan Cherañuk de Ushuaia; Alexis Simunovic, El Calafate; e Herman Müller de Puerto Madryn. A intenção era fortalecer ainda mais esse fenomenal corredor turístico. Em conjunto foi assinada uma carta destinada a presidente da Aerolineas Argentinas, Isela Costantini, a fim de garantir a conectividade aérea entre esses destinos e recuperar o vôo direto. 


Simunovic disse que: “É a primeira vez que os três têm o seu próprio financiamento específico para a promoção do turismo” e anunciou: “Nós concordamos em alocar parte desse dinheiro para ações específicas na Fantástica Patagônia, tendo o seu próprio corredor de calendário”. 

O corredor começou a tomar forma em 2000, e com bases muito fortes estabeleceu-se a união dos três destinos: “Cada destino percebeu que unindo forças, vendendo em conjunto a 3ª maior atrações do Sul da Patagônia: baleias, geleiras e o fim do mundo, três ícones mundiais, seria muito mais fácil. São três ícones são muito fortes”, afirmou Simunovic. Estavam presentes o secretário de Turismo de Santa Cruz (e presidente do Ente Turismo Patagonia), Laura Santiago; o presidente da AAAVYT de El Calafate, Maria Guzzo; o presidente da AHT El Calafate, Fernanda Botti; Yanina Martin, o Joint Ente El Calafate, bem como empresários e conselheiros locais Ana Maria Ianni e Carlos Alegria.


No que respeito a carta, segundo Simunovic: “Isso reflete que precisamos do apoio não só da Aerolineas Argentinas, que é fundamental, mas também do Ministério do Turismo da Nação”, e acrescentou: “Então nós começamos tocando ações específicas que vão levar para a frente três destinos juntos. Eles são cerca de 10 pontos com diferentes estratégias, como começar a trabalhar em um plano de marketing para o atual e potencial que temos mercados; realizar o calendário anual de promoções; determinar as áreas de promoção digital para o corredor; criar conteúdo para peças promocionais; agendas juntos. Queremos começar a trabalhar de forma organizada, o que sem dúvida nos dará mais força e eficácia para os três destinos “. 

CONECTIVIDADE AÉREA COMO A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO DA PATAGÔNIA FANTÁSTICA 


Sem dúvida, a principal preocupação dos secretários de turismo que compõem o corredor da Patagônia Fantástica é a malha aérea. Neste sentido, Simunovic disse: “Os únicos sinais que tivemos da Aerolineas Argentinas não são muito animadores, pois além de que havia uma promessa de manter os voos, tivemos a elevação de alguns vôos (como a escala de Rio Gallegos ) e taxa aumentau “e sublinhou que” não há horário de voo para o ano de 2016″. Por isso, representantes do corredor assinaram uma primeira carta dirigida a presidente da Aerolineas Argentinas, Isela Costantini, a fim de garantir a malha aérea entre os destinos e recuperar o vôo direto entre Trelew e El Calafate. 


“O mais delicado, hoje, é a questão da Trelew, porque hoje nós temos o voo direto entre El Calafate e Trelew, como tivemos em algum ponto. Há um voo ligando Trelew e Ushuaia, mas não com El Calafate", e acrescentou: “A ideia é ver como podemos ter um apoio da Aerolineas Argentinas e deixar claro que o nosso objectivo é consolidar esses voos com ocupação efetiva. Para o que estamos comprometidos com a realização de promoções deste corredor turístico “.

Com relação ao calendário promocional, Simunovic afirmou que estamos fazendo tudo o que tínhamos programado: “Eu fui a FITUR, a ANATO e agora Yanina Martin (entidade comum) vai ITB em Berlim (Alemanha) e, em seguida, vêm Braztoa (São Paulo, Brasil). A ideia agora é irem juntos como Patagonia Fantastica para Braztoa”. Para isso virá ao Brasil, uma capacitadora brasileira que tem efetuado um grande trabalho e é reconhecida e respeitada pelo trade brasileiro, Cristiane Cavalli, que reside em Ushuaia ha longos anos. E concluiu: “Agora, por exemplo Yanina Martin viaja para a ITB Berlim e nenhum dos outros dois destinos vai para a Alemanha. ela levará informações dos três destinos. 


A ideia é fortalecer juntos, otimizando recursos e investimentos que cada destino tem realizado e fortalecer todo o corredor da Patagônia Fantástica"A seguir estaremos na ABAV EXPO em são Paulo e posteriormente o Secretário de Turismo de Ushuaia Juan Cherañukrepresentará a todos do Festival de Turismo de João Pessoa - PB, juntamente com Cristiane Cavalli". 

O que estava no papel tornou-se finalmente realidade e imediatamente fui para à patagônia Fantástica pelas asas da Aerolíneas Argentinas. Até os voos foram mais rápidos. Das 18 horas que levávamos para chegar e até a muitas vezes obrigados a pernoitar em Buenos Aires foi reduzido para menos de 12 horas. Saímos antes das 10hs da manhã de São Paulo, almoçamos em Buenos Aires, sem precisar trocar de aeroporto. 


Às 19:30hs estávamos em nosso refúgio em Ushuaia, o Hotel & Spa Cilene del Faro, acolhidos como sempre pela grande amiga e brasileira Ana Lucia, CEO do hotel. 

Clique na imagem para ampliá-la

O tradicional Spa é o hotel dos brasileiros na cidade por conta do acolhimento, da tranquilidade, por ser central e por estar de acordo como nós brasileiros gostamos das coisas, desde o café da manhã até os mínimos detalhes. Temos cozinha no apartamento, calefação, o piso é aquecido. Tudo isso por conta da proprietária ser a brasileira Ana Lucia, que senta em cada mesa, junto com a gente e nos acompanha no café da manhã. É o nosso porto seguro em Ushuaia indiscutivelmente.  

Clique na imagem para ampliá-la

Mais tarde fomos recepcionados pelo Secretário de Turismo de Ushuaia Juan Cheranuk, sua esposa Noeli e por Cristiane Cavalli, responsável pelos Assuntos internacionais de Ushuaia. O jantar foi no novíssimo IL Gatto, que fica exatamente entre o Canal de Beagle e o maior Cassino da Argentina. Tem como especialidade frutos de mar e comida italiana. Com apenas um mês e meio já é sucesso pela qualidade. Um jantar para não se esquecer. Do ambiente, gastronomia, às ótima companhias. Recomendo sem a menor dúvida.  A dica é sempre se hospedar no centro da cidade, pois tudo fica pertinho. Da para se ir caminhando pelas margens do Canal de Beagle, que é fenomenal. 

Clique na imagem para ampliá-la

Já no dia seguinte foi dia de navegação pelo próprio canal. Às 09hs da manhã já estávamos no porto que é algumas quadras do hotel. A paisagem é exuberante para qualquer lado que você olhar. O barco repleto de turistas de todo o mundo. O clique nas máquinas fotográficas são incessantes, parece uma sinfonia em ressonância com o mar transparante, os cumes nevados, os lobos e leões marinhos, os cormorans, gaivotas de bico vermelho, etc.

Clique na imagem para ampliá-la 

Ao retornamos a Cristiane já nos aguardava para o almoço. Destino aeroporto municipal. O piloto Edelio Osvaldo, do Heliushuaia (uma das melhores aventuras de Ushuaia), já nos aguardava para almoçarmos no mais fenomenal e cinematográfico restaurante da região, o La Mesita de Almanza, muito além do fim do mundo. Para chegar lá só de helicóptero ou de barco. De carro se pode ir, mas é longe, pelo menos duas horas e meia somente para ir. Em época de muita neve, nem tente, você não vai conseguir. 

video

Em 20 minutos de voo já estávamos lá. Meu Deus, que lugar era aquele? Quem pintou aquela paisagem? Do lado de cá o Lá Mesita, do lado de lá o Chile, visto a olho nu. Quem nos recebe é o proprietário Lito Lavia e Toomy Goodal, escocês, tataraneto do primeiro homem branco a pisar na região. A chef é a chilena Loreto Camino, esposa do Lito. Uma história de amor que daria um belíssimo best seller. Sem pestanejar peça um "Vulcão de Centolla". Esse foi o melhor passeio e o melhor dia em Ushuaia. Nunca mais vou me esquecer daquele lugar e tão pouco das companhias. Voltamos somente na hora em que fomos avisados que os ventos iriam mudar dificultado o voo com o vento norte. Lá o vento não é fraco. 

Clique na imagem para ampliá-la

Retornamos ao hotel, uma boa sauna, uma boa massagem e já estávamos prontos para o jantar que foi no prestigiado Volver, ao lado do hotel e de frente ao Canal de Beagle. Nos esperava o grande fhef e amigo particular Lino Adilon, um dos mais prestigiados da Argentina e que em novembro faz a 2ª edição do internacional evento Ciência & Cozinha no Fim do Mundo. Peça de entrada uma sopa de centolla ao molho de tomate. Uma merluza negra e depois uma paella. A sobremesa é espetacular. É de comer escondido debaixo da mesa. Literalmente de lamber os dedos. Lino recebe muito bem os brasileiros, passa férias sempre no Brasil e o restaurante já virou um ponto turístico. 

Só quem não esteve lá foi o Leonardo DiCaprio, como afirma o cartaz na porta. 

Clique na imagem para ampliá-la

No dia seguinte hora de encontrar os amigos Mario e Luiz Barros da Agência Brasileiros em Ushuaia / Brasileiros no Fim do Mundo. O destino era visitar os os grandes amigos Hugo Flores (Siberianos del Fuego - para adar de trenó com seus huskyes siberianos) e os amigos Mario e Grabriela Corneho do Ushuaia Blanca para praticar o esqui nórdico. ABrasileiros em Ushuaia é legitimamente brasileira e a que nos melhor acolhe, tem os melhores destinos e roteiros. Você com eles está literalmente em casa. 

Clique na imagem para ampliá-la

De lá seguimos para conhecer o Complexo Turístico Haruwen. Um belísso complexo turístico com restaurante e tudo. Na próxima vez vou deixar para passar um dia todo lá, pois opções não faltam. 

Clique na imagem para ampliá-la

Hora do almoço e eu não troco por nada esquiar e almoçar no Cerro Castor, onde nos esperava o CEO Juan Bégué, sua esposa Mabelita, Lino Adilon e família. Um espetacular Cordero Fueguino na melhor estação de esqui da América Latina. Quando você chegar para esquiar e para poder almoçar, a primeira coisa é chegar no Restaurante Morada Del Aquila e fazer a reserva para a hora que você descer da montanha. Caso contrário você vai ficar só sentindo o aroma. O lugar é cinematográfico e a gastronomia e espetacular. Saímos de lá só depois de eu subir a montanha e descer esquiando. Isso já era quase 17 horas quando retornamos para o hotel para mais uma terapia de relaxamento. 

Clique na imagem para ampliá-la

Você pensa que em Ushuaia, na Patagônia Fantástica só tem passeio de dia? Errou feio. A noite o Secretário de Turismo Juan Cherañuk foi nos foi buscar. Destino: Vale dos Lobos para o passeio de trenós com os huskyes, em seguida passeio de quatro por quatro entre os bosques, uma bela caminhada com direito a cinco minutos de silêncio para contemplação das estrelas e ambiente para depois um ESPETACULAR churrasco a moda argentina, regado com muito vinho numa tremenda tenda de índio. 


Eu e o Salani éramos os únicos brasileiros. Gente da China, Japão, Austrália, Tailândia, Nova Zelândia, Holanda, Estados Unidos e demais destinos argentinos. 

Entre nós a fotógrafa holandesa 

Que noite ! A língua padrão era a alegria e alto astral. Que passeio este. A esposa do proprietário é paulista, portanto o atendimento é bem brasileiro. No centro da tenda uma tremenda fogueira e ao redor violão e cantorias. 


Dia seguinte saímos para o Lago Fagnano para um passeio 4x4 com os feras da Info de Ushuaia. Neste passeio o turista tem um encontro mais íntimo com a natureza. tudo lhe é explicado detalhadamente. Os carros são extremamente confortáveis e o caminho fenomenal. Diversas paradas pelo caminho inclusive para se avistar os castores (castoreiras) o que é uma coisa rara. Lagos congelados, visuais que são verdadeiros cartões postais e ao final somos brindados com mais um churrasco e muito vinho. Pra quem não é chegado em carne pode solicitar quando foi fazer esse passeio, comida vegetariana. 


De volta ao hotel, com a tarde praticamente livre porte anoitece tarde, fomos as compras de chocolates, doce de leite, lembranças. Para quem gosta de chocolate você vai entender porque o Laguna Negra tem sempre fila e está sempre cheio. É o melhor da cidade e da região. A caixa e gerente é a Gloria que fala muito bem o português. O trade de lá, devido ao fluxo de brasileiros, estão colocando seus funcionários de ponta para aprenderem a nossa língua. 

Clique na imagem para ampliá-la

Em seguida fomos conhecer a nova sensação de Ushuaia. O esquenta das baladas. Trata-de do ice Bar, um bar completamente de gelo. Fomos recebidos pelo gerente Roberto. Antes de chegar ao bar propriamente dito você passa por uma sala onde conta toda a história da região, repleta de fotos e explicações. Aí você segue para outra sala coloca uma outra roupa e entra no "freezer". Uns 18 graus abaixo de zero e você tem 25 minutos para consumir tudo o que puder de bebidas. Tudo de gelo, bar, balcão, esculturas... Vale a visita. Voltamos para o hotel para mais um descanso, sauna e aguardar o Rafael e a Cris Lima que estavam chegando do Brasil, para juntos irmos comemorar. Era a minha última noite em Ushuaia.

Clique na Imagem para ampliá-la

Nossa comemoração só poderia ser no Kalma Resto, um super Bistrôt do Chef Jorge Monopoli que está agora em novo endereço. Maior, mais charmoso e com o mesmo encanto e com uma super cozinha que o Jorge faz questão de mostrar. é um daqueles lugar que é a mais do que um bistrôt, mais do que uma atração, pensei assim: "To indo a uma pré estreia". Siga as recomendações do chef que irá de sugerir um menu degustativo. Prepare-se para o melhor e, tudo devidamente harmonizado com o vinho correto. É uma surpresa atrás da outra que encanta qualquer paladar. Tudo orgânico, tudo preparado pelas mãos do chef. Desde os pães que saem quentinho do forno até o suspiro da sobremesa. Um lugar perfeito e de visita obrigatória. De tanto eu ir, já virei amigo e cliente. Quem nos acompanhou também foi a responsável pelos assuntos internacionais de Ushuaia, a brasileira Cristiane Cavalli, que já tem três filhas fueguinas lindíssimas. A Tuca, Bela e a Juju. Pra quem não sabe, o Leonardo DiCaprio com seus dois seguranças costumeiramente jantava nesse bistrôt. O único por sinal, pois Leonardo tinha seu próprio chef. Eu acompanhei as gravações finais do filme premiado no ano passado. 


No dia seguinte o Salani embarca no Trem do Fim do Mundo fazendo o circuito do Parque Nacional enquanto eu fico pela cidade. Tinha alguns amigos a visitar, que costumam vir a Floripa correr o Mountain Do Costão do Santinho, entre eles o amigo Juan Arroyo. Só iria encontrar o Salani às 14 horas para o almoço no famoso Andino Gourmet, numa das esquinas da avenida principal e onde almoçavam os índios da Nação Sioux. Me esperavaM Dom Fernando e seu Filho Martin. O Salani chega logo em seguida. A carne deles é espetacular. Tem de tudo e aos sábados a melhor empanada da cidade é servida lá. Peguei leve, fui de ravioles de verduras, tinha que voar mais tarde. O ambiente é fenomenal, com wifi e tudo o que você tem direito. A visita é fundamental. coisa de cinema mesmo. O Dom Fernando também é dono do Laguna Negra.  

Clique na imagem para ampliá-la

Enfim, Ushuaia é fenomenal e por isso mesmo está dentro do corredor patagônico da PATAGÔNIA FANTÁSTICA. Uma cidade acolhedora que tem movimento turístico em todas as estações. Só no verão costumam ancorar quase 400 navios de cruzeiros, inclusive o maior do mundo. As vezes se congestiona o Canal de Beagle. Uma ilha pequena que possui um dos 10 melhores aeroportos do mundo, uma infraestrutura hoteleira que conta inclusive com hotel seis estrelas, uma gastronomia invejável e muito, mas muito o que fazer. Reserve pelo menos sete dias pra curtir, desfrutar, vivenciar Ushuaia, a cidade mais austral e mais alto astral do mundo. Hora de fazer as malas e pegar o voo. Destino: El Calafate. Tenho que subir algumas geleiras. Conto na próxima.


Cada foto fala por si só. Roteiros inusitados. Obrigado a todos os que me acolheram até agora. Cristiane Cavalli, Juan Cherañuk, Juan Martin Arroyo, Hugo Flores, Edelio Osvaldo Mella, Dom Fernando, Martin, (Andino Gourmet) Lino Gomez Adillon, Jorge Monopolii, Sergio (Jumping), Agustin Mario Cornejo e Gabi Cornejo (Ushuaia Blanca), Ana Lucia Kuhlen (Cilene del Faro), Mário Barros e Luiz Barros (Brasileiros no Fim do Mundo), Roberto (Ice Bar) enfim, Secretaria de Turismo de Ushuaia, Vale de los Lobos, Cerro Castor, Juan Bégué, Damian (Haruwen Complexo Turístico), La Mesita de Almanza, IL Gatto, Heliushuaia... Até o ano que vem. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário