segunda-feira, 28 de novembro de 2016

POUSADA BARRA MAR - A MELHOR OPÇÃO NA PARADISÍACA BARRA DE IBIRAQUERA


Fim do ano tranquilo na Barra de Ibiraquera é a proposta da pousada Barra Mar


Ainda pouco explorada, a praia de Ibiraquera, no litoral sul de Santa Catarina, vem conquistando um público adepto dos esportes, das atividades saudáveis junto à natureza e dos hábitos simples dos pescadores nativos. Hospedagens locais – como a Pousada Barra Mar (www.pousadabarramar.com.br)  – investem neste nicho de mercado e oferecem pacotes promocionais para o Natal e Rèveillon em família.


Enquanto alguns destinos no litoral catarinense se especializam nas festas noturnas, de olho no público jovem, a Barra de Ibiraquera – município de Imbituba, sul do estado de Santa Catarina – aposta na tranquilidade, nos esportes e na vivência junto à natureza. Mundialmente conhecida pela qualidade dos ventos – que favorecem a prática de windsurf, kitesurf e outros esportes náuticos – Ibiraquera conta, ainda, com a singularidade de uma lagoa ligada ao mar por um estreito canal, extensas dunas, mar azul  e mata atlântica. É neste paraíso que, a poucos passos da praia e da lagoa, a Pousada Barra Mar está localizada. 


Com 25 apartamentos que primam pela qualidade, oferece opções para toda família, como salão de jogos, playground, piscina adulto e infantil e demais conveniências.  Para este Natal e Rèveillon, a Pousada está trabalhando com pacotes promocionais, tendo em vista o cenário econômico e a realidade brasileira em 2016. Uma forma de se adaptar aos tempos atuais e garantir a fidelidade dos clientes. 


O PACOTE DE NATAL  (22 a 26 de dezembro) inclui  quatro diárias para duas pessoas, café da manhã, ceia de Natal com música ao vivo e a presença do Papai Noel para entregar os presentes. Recreação infantil antes da chegada do Papai Noel. Promoção especial: crianças até 10 anos acompanhadas dos pais não pagam. Desconto de 15% para pagamento nos cartões, com parcelamento em até seis vezes. Ou desconto de 20% para pagamento com entrada de 50% em depósito bancário e 50% no check in. 


Já o PACOTE DE RÈVEILLON ( 26 de dezembro a 2 de janeiro) inclui sete diárias para duas pessoas com café da manhã,  festa de Réveillon no dia 31 de dezembro com  ceia, um espumante, queima dos fogos de artifícios e banda ao vivo. Desconto de 15% para pagamento nos cartões, com parcelamento em até seis vezes. Ou desconto de 20% para pagamento com entrada de 50% em depósito bancário e 50% no check in. 



domingo, 27 de novembro de 2016

CASTELFRANCO EM VENETO NA ITÁLIA ABRE AS PORTAS PARA O FIACULT 2016

CASTELFRANCO EM VENETO NA ITÁLIA ABRE AS PORTAS PARA O FIACULT 2016


Neste último dia 19 de novembro, aconteceu em Castelfranco - Veneto, a Noite de Gala do FIACULT, Festival Internacional de Audiovisual do Comércio, Cultura e Turismo que ocorre anualmente no Brasil, sendo presidido pela empresária Marta Mara Lobo e coordenado por uma Comissão Executiva e com apoio da marca CIBOUR. Juízes vindos dos quatro cantos do mundo (Brasil, Itália, Espanha, Portugal, Inglaterra, Canada, Croácia...tiveram a árdua tarefa de julgar os melhores audiovisuais do mundo e nesta noite os premiados foram revelados. 

Clique na imagem para ampliá-la

Antes porém, coquetel oferecido pela FIACULT e pela comuna de Castelfranco para os convidados, produtores de cinema inscritos no FIACULT e jornalistas, trade local e internacional além de autoridades políticas de toda a região do Veneto. 

Clique na imagem para ampliá-la

Durante o dia houve palestra sobre a importância dos audiovisuais, filmes de turismo e debates com o produtor e cineasta premiado pela UNESCO, vencedor de diversos prêmios, o inglês David C. Cooper. 


Já a noite outro coquetel e jantar oferecido pela FIACULT e pela CIBOUR, através do seu presidente Stefano Gorati. A Mestre de Cerimônia do grande evento de gala foi a atriz Stefânia Barca. Na abertura um vídeo com os nove séculos de história de Castelranco. Diga-se de passagem, espetacular. 


Antes porem a abertura com o Steffani Jazz Quintet, Del Concervatorio di Castelfranco. Uma tremenda Boça Nova brasileira que arrancou aplausos da plateia. Após teve a palavra Il Sindaco Stefano Marcon e L'assessore alla Cultura e al Turismo Maria Grazia Lizza. 


Marta Lobo retorna ao palco para apresentar os vencedores. A primeira categoria premiada foi "DESTINOS" e quem levou o troféu foi o cineasta David C. Cooper. Quem levou o prêmio de melhor audiovisual na categoria "Resort", foi o majestoso Infinity Blue Resort & Spa de Balneário Camboriú, tendo como Diretor Executivo Alberto Cestrone. 

Quem recebeu o prêmio representando o Resort foi este jornalista e fotógrafo

Clique na imagem para ampliá-la

 Na categoria "Natureza e Ecologia", o vencedor foi "A Escalada do Cânion do Fuzil, da fantástica Serra Catarinense". Na categoria Paixão, Cultura e Tradição o audiovisual canadense "The Black Hmong and a Different Way on Life. Já na categoria Publicidade Diversa, foi para a Thailandia "Thailand Remember". Na categoria Turismo Rural "When the Villagers Left e na categoria Video Musical "Two Mirrors. "Ricchezza Della Tavola Italiana ganhou na categoria Turismo Gastronômico. Quem recebeu o prêmio foi Stefano Goracci. Na categoria Esporte mais uma vez o Brasil fez a diferença com os "Jogos Indígenas do Parecis". Por sua vez, na categoria Náutica o audiovisual "Come to Feel Patagônia. Na categoria "Parques Temáticos", o vencedor foi "From Terrace to Table. 


Na categoria "selecionados pelo juri, "Setubal è un Mundo" ficou com o terceiro lugar, o cineasta David Cooper ganhou o segundo lugar com"Cities the Love Unesco". 

video

E em primeiríssimo lugar, mais uma vez o Brasil fez a diferença. O audiovisual do Infinity Bue Resort & Spa levou o premio máximo como o melhor do festival. Merecidamente! 


Para encerrar o "Premio Giovani Carlo Sartori, destinado a Scuola di Castelfranco Veneto, que recordou Carlo Sartori Nato a Castel del Piano (Grosseto). Foi um grande festival que terminou com uma grande festa e inúmeros convites para o FIACULT do ano que vem que poderá ser em Roma, Castelfranco, ... tamanho o entusiasmo daqueles que participaram quer como produtores, cineastas, espectadores, políticos. 

Clique na imagem para ampliá-la

O sucesso foi simplesmente inacreditável e a promessa tanto da organização como do trade local é que em 2017 o evento seja maior ainda. A importância deste evento ficou caracterizada pela fala de cada participante e o Brasil inquestionavelmente tem muita história e belezas para mostrar e coube ao audiovisual vencedor mostrar em menos de dois minutos toda a sua grandeza, desde a música escolhida ao que realmente o turista quer ver e precisa saber. 


Parabéns a toda a organização através da empresária Marta Mara Lobo por não apenas ter sonhado, mas realizado este grande evento. Como foi dito diversas vezes durante o evento, uma grande visionária. 

terça-feira, 1 de novembro de 2016

CENTENÁRIO GRANDE HOTEL CANELA - UMA HISTÓRIA, UMA FAMÍLIA, UM GRANDE HOTEL

CENTENÁRIO GRANDE HOTEL CANELA - UMA HISTÓRIA, UMA FAMÍLIA, UM GRANDE HOTEL



A cidade de Canela, no Rio Grande do Sul completou 70 anos de emancipação em 2014. Entretanto, o turismo e a hotelaria na região da Serra Gaúcha começaram por volta de 1903, quando o Coronel João Corrêa Ferreira da Silva comprou as terras onde atualmente está o Grande Hotel Canela. Essa história se mistura com a história da Região, com a história de famílias de imigrantes, com o progresso, o turismo e a hotelaria. 


Contando a história do Grande Hotel Canela, o único hotel do Brasil que, com cem anos, permanece administrado pela mesma família que o fundou, o livro Uma História de Canela resgata através de imagens, acervos históricos, depoimentos e ensaios desenvolvidos por escritores uma parte da história da região, evidenciando o estabelecimento como Patrimônio Cultural.


Para escrever um capitulo sobre a história de João Corrêa em Canela foi convidado o escritor de história do Brasil Eduardo Bueno, gaúcho e veranista da serra gaúcha. O capítulo sobre a família que permanece até os dias de hoje na administração do hotel tem introdução da romancista gaúcha Letícia Wierzchowski, conhecida por seu livro A Casa das Sete Mulheres, entre outros. O livro conta a história do Grande Hotel, história esta que está intimamente ligada a formação da vocação turística e hoteleira da região. Portanto, trata-se de uma pesquisa que abrange não apenas a história de um empreendimento e de uma família, mas o desenvolvimento de uma economia que atualmente sustenta a região e a coloca entre os principais destinos turísticos do Brasil.

O GRANDE HOTEL CANELA


Em 2016 o Grande Hotel Canela está completando  100 anos de funcionamento. Destaca-se por ser o único no País administrado pela mesma família de seu fundador - João Corrêa – também fundador de Canela. Um fato inédito na hotelaria no Brasil segundo pesquisa da ABIH. Nas décadas de 30, 40 e 50 a vida da cidade de Canela gravitava em torno do Grande Hotel e dos hóspedes veranistas que chegavam à cidade. 


Com requintes muito próprios foi sempre um dos melhores estabelecimentos de hospedagem da Serra Gaúcha, e está na memória de muitas famílias de veranistas que frequentam a região. Outro fato de importância histórica e cultural é que o Grande Hotel Canela manteve preservadas suas antigas instalações, agora transformadas em Museu e Espaço Cultural.

O INÍCIO DA CIDADE E DO TURISMO EM CANELA


Esta história começa em 1882 quando João Corrêa, então com apenas 19 anos de idade, veio a conhecer o Campestre Canella, região ainda inóspita, habitada por poucos colonos e fazendeiros, mas de imensas belezas naturais. Ao conhecer o lugar o jovem empreendedor imediatamente vislumbrou as possibilidades de fazer o progresso chegar ali, possibilitando o acesso a visitantes e veranistas. 


João Corrêa trabalhara na Viação férrea do Rio Grande do Sul, era um ferreiro que se apaixonara pela construção das estradas de ferro e por tudo o que elas eram capazes de transportar. Com essa visão e um espírito empreendedor, ultrapassou montanhas, derrubou dificuldades e resistências políticas, com o passar dos anos comprou terras no lugar que conhecera aos 19 anos, construiu sua casa, fundou uma vila, uma estação e transportou o progresso e o crescimento ao futuro Município onde seus descendentes viriam a ser empreendedores e governantes até os dias de hoje.


João Corrêa deu grande impulso ao início da história do turismo na Serra Gaúcha, quando trouxe a linha de trem de Taquara ao distrito de Canela, em 1924.  O trem propiciou o desenvolvimento do comércio e da indústria madeireira, e as belezas e o clima favorável do lugar conquistou viajantes e veranistas. Em sua casa, João Corrêa e seus familiares, desde 1916 já recebiam e hospedavam as pessoas que chegavam exercitando a arte da hospitalidade e do bem receber que até os dias de hoje são marca registrada do Grande Hotel Canela. Canela atualmente é um dos principais destinos turísticos do Brasil oferecendo aos visitantes 28 atrativos naturais e temáticos, 6 mil leitos e movimentando mais de 3 milhões de visitantes ao ano gerando uma economia que sustenta milhares de famílias que trabalham no setor direta ou indiretamente.