segunda-feira, 31 de julho de 2017

ROTA E SABORES DOS CANYONS INCENTIVA O TURISMO DE BASE COMUNITÁRIA

Rota Sabores dos Canyons se apresenta para o trade turístico e quer incentivar o turismo de base comunitária e produção agroecológica no município de Praia Grande


Evento acontece no dia 02 de agosto em Florianópolis. Objetivo é fomentar o turismo na região, tendo como base o turismo de experiência em 12 famílias cadastradas no projeto que tem apoio do Ministério do Turismo. Com essas ações que fomentam o crescimento econômico da região a expectativa é de que a fixação dos jovens nas propriedades deva crescer na ordem de 40%, em um ano, possibilitando o crescimento e desenvolvimento das propriedades familiares da região.


Além de fortalecer a atividade econômica sustentável no entorno dos Parques Nacionais, oportunizar aprendizado e a valorização das famílias, que têm na agricultura familiar e na agroecologia sua maior renda, esse projeto é fruto do Convênio nº 813129/2014, que se encerra agora em 2017, com o Ministério do Turismo, e está agora em fase de implantação de ações de apoio a comercialização. A etapa de apresentação ao trade turístico, acontece agora em agosto, através de duas Rodadas de Negócio, em Florianópolis no dia 02 e na semana seguinte em Porto Alegre. Operadoras de turismo que  atuam em Praia Grande apresentarão para agentes de viagem, guias e imprensa da Grande Florianópolis seus pacotes de turismo com destaque para a Rota Sabores dos Canyons e outros atrativos da Cidade dos Canyons, como atividades de ecoturismo e turismo de aventura junto aos canyons locais.


A Rota Sabores dos Canyons oferece vivências em 12 propriedades cadastradas no projeto, com diversas atividades como degustação de produtos agroecológicos, interação e experiências envolvendo a sabedoria popular, a interação com a comunidade Quilombola São Roque, gastronomia típica rural, o artesanato que valoriza a flora e fauna da região e muitas outras opções tendo os canyons como paisagem principal.

Sobre a Região do Projeto



Praia Grande, no extremo sul catarinense, é a parte baixa de grandiosos canyons de Aparados da Serra – como o famoso Itaimbezinho. Apesar de povoado por descendentes portugueses e italianos a partir de 1917, foram os tropeiros que abriram as primeiras rotas de ligação, no belo traçado da Serra do Faxinal. Ladeado por imponentes escarpas com mais de 900 metros de altura e que começaram a se formar a 130 milhões de anos.

Várias famílias, um objetivo



A Rota é resultado da união de agricultores ecologistas, empreendedores rurais e artesãos que vivem nas comunidades próximas aos canyons e aos Parques Nacionais Aparados da Serra e Serra Geral, são doze famílias todos da cidade de Praia Grande, e que através da produção de alimentos de forma natural, sem prejudicar a natureza, estão contribuindo na preservação do meio ambiente, aumentam o seu sustento na recepção em suas propriedades aos turistas.

Para o Secretário de Turismo de Praia Grande, Eduardo Trevisani, diretamente 30 pessoas são beneficiadas pela ação, que além de ampliar as ofertas de turismo na região, prospectam futuro às famílias e amplia as opções de trabalho para os filhos, fazendo com que permaneçam na propriedade e contribuam para o seu desenvolvimento. Ainda segundo o secretário, a estimativa de fixação destes jovens nos novos negócios é de 30 a 40%, em um ano, quando acredita que a rota já estará sedimentada. “Duas novas pousadas deverão ser construídas até 2018, projetos já estão em aprovação na prefeitura municipal. Atualmente, o município disponibiliza 520 leitos em hotéis, pousadas e hostels e, já podemos comemorar que, em feriados prolongados temos vagas para reservas para somente em 2018. A grande maioria dos turistas ainda é catarinense, de São José à Itajaí, seguido por moradores de Blumenau e Joinville, e em menor número do oeste do Estado. Por isso, as ações de divulgação como a rodada de negócio na próxima quarta-feira iniciarem aqui em Florianópolis.

Um comentário:

  1. Linda postagem, vivas pro turismo interno... Parabéns Jeff... Você é o "cara"

    ResponderExcluir